1464531116-370446205

Será aberta, a partir das 15h, deste domingo (29) mais uma edição da exposição de terços promovida pela professora e devota de Nossa Senhora, Conceição Formiga. A mostra continua até a próxima terça-feira (31) na casa da curadora na rua Godofredo Viana, 1020, Centro, com entrada franca.

Em cômodos da casa, Conceição Formiga expõe cerca de 500 peças vindas de vários países como Uruguai, Líbano e Itália. A coleção é composta por mais de 600 peças, mas Conceição Formiga expõe aqueles cujo significado para ela é mais forte em homenagem a Nossa Senhora.

“Nós temos algumas novidades como a divulgação do terço de número quinhentos que foi uma verdadeira lição com este terço. Também um terço que nunca imaginei que existisse que é um terço e ao mesmo tempo presépio”, revelou a curadora.

Formiga disse que ficou impressionada com o terço que, também, é presépio e possui no lugar da oração de Salve Rainha a mini escultura de uma presépio, assim como ocorre com os locais da oração do Pai Nosso, que têm um anjo, a Estrela de Belém noutro e os Reis Magros.

Também estão em exposições terços que pertenceram a duas amigas de Formiga, que já morreram.

A exposição apresenta, ainda, cerca de vinte terços missionários, cada um com um detalhe diferente.

“Nós temos terços que vieram de mais de dezesseis países, mas temos aqui um vindo das mãos do Papa Bento XVI, João Paulo Segundo e temos um perfil do Papa Francisco”, revelou.

Completam a exposição cerca de 17 terços perfumados e pelo menos dez originais feitos de compensados, folha de Pau Brasil, de Bacuri, de conchinhas da Praia de Luís Correia e de papel manteiga, além de um Rosário presenteado pelo Movimento de Cursilho.

Conceição Formigar revelou que sempre teve admiração por Nossa Senhora, mas foi em 1972 que iniciou sua devoção, a mãe de Jesus. (iMirante)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.