bb72b984-9a3c-4a3b-be02-fb062b2920d9

A presidenta Dilma Rousseff assina nesta segunda-feira, 9, em cerimônia no Palácio do Planalto, projeto de lei que cria mais cinco universidades federais. Assim como ela havia prometido no sábado, 7, quando esteve em Palmas, no projeto esta incluso também a criação da Universidade Federal do Araguaia, que terá campus em Tocantinópolis e Araguaína.

Também foram criadas instituição em Catalão e Jataí, em Goiás; a do Delta do Parnaíba, em Parnaíba, Piauí; a  de Rondonópolis, em Mato Grosso. As novas universidades vão se juntar às 63 existentes, entre elas as 18 criadas desde 2003.

Na mesma cerimônia, a presidenta e o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, inaugurou 224 obras em 38 universidades federais, em todas as regiões do Brasil. Também forma inaugurados ainda 40 campi e outras nove obras nos institutos federais.

Os 40 novos campi inaugurados hoje juntam-se aos 562 em funcionamento. Em 2008, foi instituída a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, quando os centros federais de educação tecnológica (Cefets) e as escolas técnicas federais tornaram-se institutos federais de educação, ciência e tecnologia.

 

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.