Maioria dos juízes que compõe o Tribunal Regional Eleitoral votaram contra o registro de candidatura do ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), da Coligação A Verdadeira Mudança, a governador do Tocantins, na Eleição Suplementar.

O placar foi de 5 votos a 1.

Amastha pode recorrer da decisão e o caso ainda deverá ser analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Por meio de uma rede social, Amashta afirmou que vai correr para se manifestar no Tribunal Superior Eleitoral. “Não existe nenhuma jurisprudência que impeça nossa candidatura. Eleição Suplementar, regras sem definir. Sabíamos que iria para Brasília de qualquer forma.”

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.