O Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE/TO), considerou irregular a gestão do ex-diretor do Serviço Municipal de Saneamento de Araguatins (SEMUSA), Ivon Barbosa de Souza; do chefe de Controle Interno, Horácio Reis de Souza Neto e do contador Douglas Gomes Correa.

O TCE encontrou inconsistências no balanço patrimonial, ineficiência do Controle Interno e pagamento de diárias sem documentos comprobatórios estão entre os motivos que resultaram no julgamento pela irregularidade das contas do órgão, relativas ao ano de 2012.

Ivon Barbosa de Souza, sofreu débito no valor de R$ 8.340,00 e multas totalizando R$ 5.134,00, o contador Douglas Gomes Correa foi multado no valor de R$ 1.500,00 e o responsável pelo Controle Interno, Horácio Reis de Souza Neto, deve pagar a multa de R$ 1.000,00.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.