imageFoi exonerado nesta quarta-feira, 10, da Prefeitura de Palmas o superintendente de Igualdade Racial, José Mamédio Oliveira, após divulgar vídeo convidando a população, em especial os maranhenses, a participar da I Marcha da Maconha no Tocantins. O vídeo gerou uma polêmica não apenas pelo tema, que desperta debate na sociedade, mas por ter sido gravado em um órgão público. Mamede, que já foi secretário municipal de Integração Social e Defesa do Consumidor na gestão do prefeito Carlos Amastha (PSB), confirmou que a exoneração foi em razão da divulgação do vídeo.

Mamede que é fundador da Associação Comunitária Estadual da Sociedade Maranhense no Tocantins disse que não está arrependido de ter gravado o vídeo. “Gravei de livre espontânea vontade”, disse, apesar de ter revelado que, antes de fazer a gravação, na última sexta-feira, não sabia que o conteúdo iria para as redes sociais. Segundo Mamede, a gravação foi solicitada por um dos organizadores da Marcha que será realizada em Palmas no próximo domingo. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.