O deputado Valdemar Júnior(PSD), presidente da Comissão de Constituição e Justiça  e Redação, adiou para esta próxima quarta-feira, dia 24, às 15h, em sessão extraordinária, a nomeação do parlamentar responsável pela relatoria da matéria enviada pelo Executivo que trata da data-base dos servidores do quadro geral do Tocantins. Ele adiantou que houve um equívoco em sua fala, durante a sessão ordinária ocorrida na manhã desta terça-feira, quando afirmou que não nomearia um relator, sem antes ouvir os representantes dos sindicatos e do governo.

A decisão do presidente da CCJ foi elogiada pelos demais deputados e aprovada pelas dezenas de servidores presentes nas galerias do Plenarinho da Assembleia Legislativa. O deputado Eduardo Siqueira Campos (PTB) apresentou uma alternativa ao projeto enviado pelo governo, aceita pelo presidente e que, posteriormente, será avaliada.

A deputada Luana Ribeiro (PR) também parabenizou a decisão do presidente de adiar a nomeação do relator, entretanto afirmou que a greve não deveria ter ocorrido. “A data-base está incluída no Orçamento. Estamos acompanhando a criação de novas secretarias, inúmeros contratos temporários. São mais de 17 mil comissionados e contratados. E o governo afirma que não tem dinheiro pra nada”, concluiu.

Na sessão, participaram também os deputados Olyntho Neto (PSDB), Zé Roberto (PT), Nilton Franco (PMDB) e Amélio Cayres (SD). Finalizando, o deputado Valdemar Júnior garantiu que, após o consenso, os servidores contarão com o voto dos 24 deputados da Casa a favor da matéria.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.