1434465116-31880768

A Câmara de Vereadores de Imperatriz aprovou, em sessão ordinária realizada nesta terça-feira (16), o projeto de lei que cria o serviço de táxi-lotação. Dos 18 vereadores presentes na hora da votação, 11 votaram a favor, sete contra e um deles, Adonilson Lima, absteve-se de votar.

O Projeto de Lei nº 319/1983 que dispõe sobre o serviço de táxi em Imperatriz recebe aditivos que permite a obtenção de licença e alvará para táxi e dá outras providencias.

A votação do projeto de lei foi durante sessão bastante movimentada em que a galeria estava lotada de pessoas, em sua maioria, de taxistas que aguardavam pela aprovação da proposta.

O taxista Edmar Ribeiro, 44 anos, destacou que “o serviço de táxi-lotação já existe há muito tempo na cidade e sempre existiu por causa da deficiência do transporte público e, por isso, a vantagem de ser aprovado esse projeto pelos vereadores”.

Com a aprovação, a matéria deverá ser encaminhada à prefeitura para ser sancionada.

O projeto de lei que cria o táxi-lotação era uma proposta que vinha sendo defendida por vários vereadores, entre eles, o presidente da Câmara, José Carlos Soares Barros (PTB). José Carlos afirmou, ao tomar posse como presidente da Casa que iria enviar ofício à prefeitura solicitando que esta providenciasse um projeto sobre o tema. (iMirante)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.