Com o objetivo de discutir a violência no campo e os conflitos envolvendo trabalhadores rurais na Região Tocantina, serão realizados dois encontros na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Imperatriz.

Nesta terça-feira (2), as discussões foram voltadas para a situação do assentamento Batata da Terra, em
Senador La Rocque. Já na quarta-feira (3), as autoridades vão discutir as situações de conflitos nos municípios de Itinga, São Pedro da Água Branca e Vila Nova dos Martírios.

Os encontros estão previstos para começarem às 9h e se estenderão durante todo o dia. Devem participar das reuniões o ouvidor agrário nacional, Gercino José Filho, representantes do Incra, Secretária estadual de Segurança Pública, Polícia Civil, entre outros.

No mês de abril, a Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo encerrou uma série de audiências para discutir conflitos agrários e violência no campo no Maranhão. No total, foram realizadas 28 audiências, a maioria tratou de questões envolvendo comunidades quilombolas, infraestrutura nos
assentamentos, regularização fundiária, ameaças e segurança de agricultores.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.