A mais importante programação de lazer e turismo do Estado está começando. Com atrativos em diversas regiões, a temporada de praias do Tocantins vai contar com atrativos em 35 cidades, garantindo além de mais uma opção de lazer, a sustentabilidade ambiental e o incremento da atividade turística com o aproveitamento de rios e lagos em diversos municípios tocantinenses.

Tendo como eixo temático os rios Araguaia e Tocantins, as praias sazonais também acontecem em demais corpos hídricos do Estado, aproveitando a potencialidade turística aliada à tranquilidade e à segurança das cidades tocantinenses. Além das belezas naturais, a temporada de praia movimenta a economia local, gera renda e postos de trabalho a milhares de pessoas em estabelecimentos como pousadas, restaurantes, bares e pequenos comércios, durante os meses de julho a agosto.

Segundo o subsecretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, José Carlos Bezerra, a temporada de praias do Tocantins reforça a preocupação do Governo na geração de renda e no fortalecimento da atividade turística. “O Tocantins é privilegiado com centenas de belezas naturais e certamente as nossas praias são um atrativo para aquele turista que busca uma opção de lazer. Por isso estamos empenhados em garantir a satisfação deste visitante para que no ano que vem ele retorne e garanta a geração de renda para o nosso povo”, afirmou.

Este ano, a Secretaria Estadual do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) contará com parceiros importantes na divulgação e realização da temporada de praias, como a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Secretaria Estadual da Educação (Seduc), Agência de Fomento, Procon, Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Polícia Militar Ambiental, Odebrecht Ambiental Saneatins e os municípios realizadores de temporada de praias.

Pesquisa

De acordo com Francine Seixas, analista em turismo da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), durante os dias de lazer, serão realizados questionários nos municípios de Araguatins, Araguacema, Pedro Afonso, Peixe e Tocantinópolis, visando identificar o perfil dos turistas e visitantes.

Ainda segundo a analista em turismo, no final da temporada também serão aplicados questionários a aproximadamente 600 turistas naquelas cidades. “Nosso objetivo é identificar o perfil deste turista, quais os principais estados de onde vêm, ouvir as suas sugestões para que possamos desenvolver estratégias de divulgação nos anos seguintes”, ressaltou.

Projeto Praia Consciente

Com a proposta de levantar a discussão ambiental durante a temporada de praias, a Semarh vai realizar nos municípios de Araguacema, Araguatins, Pedro Afonso e Tocantinópolis, o projeto “Praia Consciente”, onde serão capacitados mobilizadores locais que deverão atuar de maneira educativa orientando banhistas e usuários dos equipamentos de lazer sobre as questões ambientais e de sustentabilidade.

Segundo o gerente de Educação Ambiental da Semarh, Pierre de Freitas, os trabalhos de capacitação de barqueiros, barraqueiros, vendedores ambulantes e donos de restaurantes também já foi realizado. “Vamos atuar de maneira educativa e colaborativa para que possamos mensurar as atividades realizadas este ano, para que em 2016 possamos implementar novos mecanismos e estratégias de abordagem dos turistas e visitantes”, afirmou.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.