Sem título

Um novo sistema de coleta de lixo está em fase de teste no município de Marabá, no sudeste do estado: A ‘moto-lixo’, que utiliza veículos de duas rodas para retirar o lixo de locais onde os caminhões não conseguem trafegar.

As motos fazem em média 30 viagens por dia, coletando cerca de oito toneladas de lixo diariamente. Uma carroceria é acoplada na motocicleta onde é depositado o lixo recolhido. O novo sistema começou a funcionar em maio. Segundo a prefeitura do município, por enquanto a ideia foi instalada em apenas dois bairros, mas já está dando resultados positivos para a população.

“Vamos verificar a eficiência e se estiver comprovado uma grande eficiência nós vamos expandir para os restantes dos bairros do município que tenham a necessidade de coleta diária e, durante o dia, em áreas comerciais”, explica Laís Coelho, engenheira Ambiental da Secretaria de Urbanismo.

Lindomar Pereira trabalha a cerca de onze anos como gari. Ele foi um dos escolhidos para integrar o novo projeto de limpeza urbana de Marabá – a moto-lixo. “Me deram uma oportunidade que eu pensei que eu nunca ia ter”, conta Lindomar.

Os comerciantes beneficiados com o sistema aprovaram o novo serviço, segundo eles, as ruas ficaram mais limpas. “É um procedimento que está sendo eficaz porque tem ruas que realmente é inviável, infelizmente não dá para fazer tudo de uma vez, não dá para arrumas as ruas rápido assim”, explica Gilson Reis, comerciante.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.