image

Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira, 17, em frente à Secretaria de Administração (Secad), os servidores públicos estaduais decidiram prosseguir com a greve iniciada na terça-feira, 16. Na ocasião, foi votado um requerimento do deputado estadual Amélio Cayres (SD), que solicitava a suspensão da greve até a próxima terça-feira. Cayres, que é presidente da Comissão de Finanças da Assembleia, teria se comprometido a buscar negociação com os servidores, antes votar a matéria.

Os servidores em greve votaram ontem pelo pagamento da data-base em parcela única. A proposta do Executivo é dividir o pagamento em duas vezes e pagar o retroativo a partir de 2016. A matéria está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), que ontem se reuniu, mas não tratou do assunto. O tema, então, ficou para a próxima sessão ordinária da comissão que deve ocorrer apenas na próxima semana.

A votação a favor da greve ocorreu também nas cidades de Araguaína, Gurupi, Porto Nacional e Taguatinga Ainda durante a assembleia os servidores votaram algumas ações de greve, entre elas uma caminhada ao redor da praça, com carro de som, apitos e faixas. A caminhada acontece amanhã, às 17h, após a Assembleia de Greve marcada para as 16h. Durante a reunião também ficou acertado que no período da manhã, a partir das 8h30, os servidores realizaram uma mobilização nos órgãos chamando para a caminhada. (Com informações do Jornal do Tocantins/Colaborou Talita Melz)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.