image

O juiz José Ribamar, relator dos processos que pedem a cassação dos mandatos de governador Marcelo Miranda (PMDB) e da vice-governadora Claudia Lelis (PV), votou pela improcedência das representações na sessão desta terça-feira, 23, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O relator defendeu que o MPE apresentou indícios, mas não comprovou que o dinheiro teia sido usado na campanha de Marcelo.

O julgamento foi suspenso porque o juiz Zacarias Leonardo pediu vista. O TRE julga duas ações do Ministério Público Eleitoral (MPE) (uma delas contra o deputado Carlos Gaguim (PMDB) e outras duas são do então candidatos ao governo em 2014 Sandoval Cardoso (SD), da coligação Mudança que a gente vê, Ataídes Oliveira (PSDB), Reage Tocantins, que pede a cassação do mandato do agora deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (PSDB).

Antes do relator anunciar seu voto, fizeram sustentação oral o advogado de Ataídes, Sândalo Bueno; o advogado de Sandoval, Rafael Moreira Mota; o procurador regional eleitoral, George Neves Lodder; o advogado de Eduardo, Juvenal Klayber; a advogada de Gaguim, Stefany Cristina da Silva; e o advogado de Marcelo Miranda, Solano Donato.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.