imageO primeiro compromisso dos servidores grevistas do quadro geral, nesta quarta-feira, 24, foi na Assembleia Legislativa. Na Casa de Leis saiu o acordo, capitaneado pelo líder do governo Paulo Mourão (PT), de aguardar a chegada do governador Marcelo Miranda (PMDB), prevista para sexta-feira, para se discutir a contraproposta apresentada em conjunto, por diversas categorias, referente ao pagamento da data-base.

A contraproposta formalizada na tarde de ontem pelos sindicatos prevê pagamento da data-base em 8,3407%, em parcela única na folha de pagamento do mês de julho, recebida pelos servidores em agosto. O impacto, de acordo com as entidades, é de aproximadamente R$ 16,8 milhões mensais.

O retroativo acumulado nos meses de maio e junho deste ano seria pago em quatro parcelas mensais, de janeiro a abril de 2016.  (Jornal do Tocantins)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.