Conferência 12

Tendo como tema central “Comida de Verdade no Campo e na Cidade: por direitos e soberania alimentar”, aconteceu na última sexta-feira, 12, a 2ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Tocantinópolis. A iniciativa, promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEA), foi realizada no Espaço Cultural da Secretaria de Esportes, Juventude e Políticas sobre Drogas.

Um dos principais objetivos debatidos durante a conferência foi o fortalecimento dos compromissos políticos para a promoção da soberania alimentar, garantindo a todos o direito humano à alimentação adequada e saudável, assegurando a participação social e a gestão intersetorial no Sistema, na Política e no plano nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

Através destas políticas públicas, o município terá que identificar os avanços e obstáculos para a efetivação do direito humano à alimentação adequada e saudável e apresentar proposições para garantir a todos, comida de verdade no campo e na cidade.

Na ocasião, houve a apresentação dos usuários do CRAS, que participam do serviço de fortalecimento de vínculos para crianças e adolescentes de 7 a 14 anos, onde cantaram e tocaram instrumentos regidos pelo professor Cláudio Cipriano. No CRAS do Alto da Boa Bista I são ofertadas aulas gratuitas, onde os usuários aprendem a tocar instrumentos e cantar variados ritmos musicais.

Depois da leitura do regimento da 2ª Conferência, os participantes representantes do poder público e sociedade civil foram divididos em três grupos de diferentes eixos temáticos, onde puderam expor suas ideias em favor do município a serem defendidos na Conferência Estadual e Nacional, nos dias 11 a 12 de agosto, em Palmas e de 03 a 06 de novembro, em Brasília, respectivamente.

Os eixos tinham os seguintes temas: Eixo 1 – Comida de verdade: avanços e obstáculos para a conquista da alimentação adequada e saudável e da soberania alimentar, que teve como mediadora, a nutricionista Linaya Costa, do PMAE. Eixo 2 – Dinâmicas em curso, escolhas estratégias e alcances da política pública, mediado pela nutricionista Paula Feitosa, da DRE e, Eixo 3 – Fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, que teve a mediação da nutricionista Ludymilla Ferré, da Secretaria Municipal de Saúde.

Após os debates feitos pelos grupos, os relatórios contendo as propostas discutidas pelos grupos trabalhados em cada eixo foram apresentados em plenária para a devida aprovação. Em seguida, houve a homologação dos delegados para a participação da 4ª Conferência Estadual de Segurança e Alimentação Nutricional, a ser realizada em Palmas. Os delegados representantes do poder público foram: Titulares: Paula Feitosa e Rosiane Soares, da Delegacia Regional de Ensino de Tocantinópolis (DRE), Suplentes: Ludymilla Ferré e Elizete Pereira. Os representantes da sociedade civil foram: Titulares: Elza Oliveira e Euripedes, tendo como Suplentes: Raimundo e Adejúnior. (Dirceu Leno)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.