25428

Iderval Silva, ex-deputado estadual e ex-pré-candidato a prefeito de Augustinópolis, anunciou sua desistência de disputar a Prefeitura Municipal no dia 13 de junho. De lá, para cá, Antônio do Bar, coordenador político do grupo Cayres, vem tentando se desdobrar para encontrar um substituto para o posto deixado por Iderval, com a dura missão de enfrentar Carmem Alcântara, ampla favorita na disputa.

O principal nome para ocupar a vaga deixada por Iderval, foi do empresário Roni Teodoro. Este pediu uma semana para discutir o assunto com a família e amigos. Após o prazo, Roni disse que aceitaria o desafio, como anunciado nesta sexta-feira, 24, pelo webjornal Folha do Bico. Fato que causou furor no empresário, que rapidamente tratou de distribuir uma nota desmentindo a informação. O movido da reação rápida e objetiva de Roni, foi o fato de pouco antes, ele ter recebido a negativa de apoio de Iderval Silva. A efetiva entrada de Roni na disputa estava condicionada ao apoio do ex-deputado.

Iderval deve anunciar no máximo até terça-feira, 28, sua composição com a peemedebista Carmem Alcântara. Entre os dois tudo já estaria praticamente acertado, faltando apenas Iderval discutir o assunto com seu grupo político e pré-candidatos a vereadores. O ex-parlamentar não quer fazer a adesão sozinho.

Na quarta-feira, 22, o coordenador geral da campanha de Carmem, Zé Anacleto, passou o dia em Palmas, terminando de discutir os pontos do fechamento com Iderval.

Enquanto Carmem segue em céu de brigadeiro, o grupo Cayres vai se vendo em uma situação que o seu maior líder, Antônio do Bar, pode até optar em não participar de nenhuma forma do processo eleitoral. Hoje as opções mais comentadas internamente no grupo cayrista, como solução para a falta de candidatos, seria a reeleição de Dona Deija ou o apoio ao pré-candidato do PRB, Júlio Oliveira.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.