A sessão da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE/TO) desta terça-feira, 14, julgou mais de 150 processos. Entre eles estavam os do Serviço Municipal de Saneamento de Araguatins (Semusa), que teve suas contas referentes ao exercício financeiro de 2013 julgadas irregulares.

As contas do Serviço Municipal de Saneamento de Araguatins, reprovadas são de responsabilidade da gestão de Ivon Barbosa de Souza.  Concessão de diárias sem documentações que comprovem a efetiva realização das viagens; contratações de pessoal para executar serviços contínuos; ausência de retenção de INSS e IRRF dos prestadores de serviços e despesas decorrentes de multas no pagamento das contas de energia elétrica vencidas estão entre as irregularidades que acarretaram em imputação de débito no valor de R$ 40.150,70 ao gestor solidariamente a Horácio Reis Sousa Neto, responsável pelo Controle Interno. Multa correspondente a 10% do valor do débito imputado aos dois também foi aplicada, além de multa de R$ 4.500,00 para Ivon Barbosa e de R$ 2.250,00 para Horácio Reis.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.