IMG-20160610-WA0025

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), por meio da regional de Araguatins, realizou na manhã desta sexta-feira, 10, duas palestras de educação sanitária sobre Mormo e uso correto e seguro de agrotóxicos, para 60 estudantes do Colégio Estadual Manoel Vicente Sousa, no município de Augustinópolis, no norte do estado.

A palestra sobre Mormo foi proferida pela médica veterinária da Adapec, Adriana Costa Matias, que explicou aos estudantes que a doença é uma zoonose que acomete principalmente os equídeos (asininos, muares e equinos) e que pode ser transmitida ao homem. Em sua explanação, ela apresentou os sintomas do Mormo, fontes de infecção e transmissão, principais hospedeiros, diagnósticos, formas de prevenção e legislações que regulamentam e exigem o exame dos animais para participação em eventos.

Já o engenheiro agrônomo, Pollyenio Laurindo, apresentou aos alunos informações sobre uso correto e seguro de produtos agrotóxicos. “Nosso objetivo foi apresentar aos estudantes os riscos de intoxicação aos quais os produtores estão sujeitos se não fizerem o manuseio correto destes produtos”, disse o engenheiro.

Na palestra, ele ainda abordou a importância da tríplice lavagem das embalagens, armazenamento correto nas propriedades, meios de devolução das mesmas, destinação final das embalagens e o uso de equipamentos de proteção individual durante a aplicação dos produtos nas lavouras.

O presidente da Adapec, Humberto Camelo, disse que a Agência possui um compromisso com o controle sanitário de doenças no estado e que, por isso, vem realizando um excelente trabalho de educação sanitária em todos os municípios. “Realizamos mensalmente em todas as nossas regionais este trabalho de levar informação à população sobre as doenças que afetam animais e lavouras com objetivo de resguardar a nossa sanidade animal e vegetal”, pontuou.

O chefe do escritório local de Augustinópolis, Wanderson Marques Gomes, avaliou como positivas as palestras realizadas para os estudantes. Foram apresentados dois temas interessantes, sendo o primeiro sobre Mormo, que tem despertado a curiosidade da população, após confirmação de casos da doença no sul do estado. “Sobre agrotóxicos temos uma atenção especial nesta região porque existe um número grande de pequenos agricultores que também utilizam estes produtos e precisam conhecer sobre os riscos que eles oferecem”, destacou Wanderson.

Na oportunidade foi informado aos estudantes sobre a edição do recebimento itinerante (RI) de embalagens vazias de agrotóxicos que acontecerá no próximo dia 15 de junho, no Parque de Exposição Agropecuária de Augustinópolis.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.