Ex-prefeita Maria Castro
Ex-prefeita Maria Castro

A ex-prefeita Maria Castro, morreu no final da noite deste sábado, 18, em Palmas, onde estava internada, vítima de câncer. A ex-prefeita, que tinha 65 anos e governou o município de Axixá do Tocantins por dois mandatos, o primeiro em 1989 e o segundo em 1996, sendo a única pessoa a ter dois mandatos em Axixá, em períodos distintos. O carisma de Maria Castro sempre foi muito reconhecido pelos axixaenses.

Maria Castro morre no mesmo dia do falecimento de outro ex-prefeito, João Dola, que foi velado na Câmara Municipal de Axixá e será sepultado neste domingo. O axixaense e escritor Remy Soares de Carvalho, que atualmente reside em Brasília, contou que se recorda que ao entrevistar certa vez o ex-prefeito João Dola, em outubro de 2012, o ex-gestor se referiu a Maria Castro como uma adversária forte e difícil de ser combatida, mas acima de tudo leal.

“O certo, é que os dois tiveram histórias diferentes e algo em comum. Foram os únicos a dirigirem os destinos de Axixá do Tocantins em dois mandatos. Agora a história com suas coincidências ditadas pela vontade de Deus, os conduziu no mesmo dia a escreverem seus últimos capítulos da vida. Os dois saíram da vida e entraram na história. Com as qualidades humanas que ambos eram detentores diria, sem meios termos, que eles agora são referências de saudade para todos aqueles que privaram do bom convívio com estes dois expoentes da história de Axixá do Tocantins”, disse Remy.

O corpo de Maria Castro deve ser levado este domingo, 19, para Axixá, onde será sepultado.

Ainda na manhã deste domingo, 19, o prefeito Auri-wulange Ribeiro Jorge, anunciou que vai decretar luto oficial no município por uma semana e lamentou o ocorrido. “É muito triste para as famílias, mas também é triste para mim. Conhecia a Dona Maria deste de criança, e se hoje sou prefeito, devo boa parte disse para ela. Me lembro muito bem que quando ainda era um pré-candidato ela foi uma entusiasta e me ajudou em várias questões que foram fundamentais para minha vitória. Na última visita que fiz quanto ainda estava viva, ela mantinha uma disposição impressionante e nunca deixa de falar em política. Era uma paixão para ela. Só posso pedir a Deus conforto para a família e para todos nós”, comentou o prefeito.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.