IMG-20160621-WA0217

Já completou mais de 24h o movimento de protesto promovido por moradores a Ananás e Riachinho, indignados com a situação das rodovias que passam pela região e estão intransitáveis devido ao grande número de buracos, mato e falta de sinalização. A principal queixa da população é sobre as TO’s 010 e 416.

Os moradores iniciaram o bloqueio na TO-010 por volta das 5h, desta segunda-feira, 20 e no período da tarde resolveram transferir as barricadas, tendas e estrutura para a TO-416.

Letícia Cardoso, uma das integrantes do movimento, informou que o tempo que se perde para trafegar no trecho, que tem cerca de 20 km, é muito grande. “Os chacareiros que precisam das estradas para escoar a produção são prejudicados. A situação é crítica. Há alguns dias, uma ambulância que levaria uma paciente para Araguaína preferiu ir a Xambioá do que enfrentar os buracos”, relatou.

Os manifestantes dormiram no local e prosseguem o bloqueio nesta terça-feira, 21. Só é permitida a passagem de ambulância. A finalidade é que a interdição continue até que algum representante do Governo do Estado entre em contato com os moradores e apresente uma solução para o problema.

Até o momento o governador Marcelo Miranda não enviou nenhum emissário para negociar um acordo. No Palácio Araguaia o núcleo político do gabinete do governador, defende que seja estabelecido um prazo para que os manifestantes desocupem o local. Caso isso não aconteça a recomendação é usar força policial. Marcelo ainda não decidiu se seguirá o conselho.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.