1467055559-53243446

Como parte de um inquérito instaurado pela Promotoria da Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, foi realizada na manhã desta segunda-feira(27), uma operação para cumprimento de Mandados de Busca e Apreensão de documentos e bens no município de Governador Edison Lobão. Ex-servidores da prefeitura e o ex-prefeito Lourencio Silva de Morais foram os alvos da operação.

Na ação foram apreendidos vários documentos relativos a administração e computadores de ex-funcionários da prefeitura de Governador Edison Lobão e do ex-prefeito Lourencio Morais para apurar uma denuncia de suposto desvio de recursos da ordem de R$ 4 milhões da prefeitura. Os recursos são referentes a várias áreas no período de 2009 a 2012, época em que Lourêncio foi prefeito da cidade.

“Essa busca teve como objetivo levantar documentos e informações contábeis e apreendeu notebooks,celulares e todos os documentos referentes a gestão de 2009 a 2012 para verificar, buscar maiores informações para subsidiar essa investigação que está na Promotoria Criminal”, explicou a promotora Nahyma Abbas.

A representante do MP, ressaltou que operação de apreensão de documentos é uma “uma medida cautelar para apurar a destinação destes recursos públicos que foram transferidos para uma empresa que supostamente teria prestado serviço de fornecimento de bens ao município durante o mandato do Lourencio. Ocorre que durante a investigação não ficou comprovado o uso desses recursos em benefício do município”.

A Delegacia Regional de Imperatriz deu apoio a operação do Ministério Público. (iMirante)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.