O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) deflagrou na manhã desta terça-feira (21) a operação “Camisa de Força”, que investiga fraudes em licitações na Prefeitura de Pacajá, no sudoeste do Pará.

Nove pessoas, entre elas o prefeito da cidade, são apontadas pelo MP como integrantes do esquema criminoso que contava ainda com a participação de 11 empresas, dentre construtoras e postos de combustíveis.

Equipes do Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa e Corrupção (NCIC) e Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado cumprem mandados de busca e apreensão em 23 alvos, entre eles a casa do prefeito, Secretarias Municipais de Transportes e Administração, a sede do executivo municipal, além de residências e empresas.

Promotores, servidores e policiais militares também procuram documentos em residências e escritórios de contabilidade localizados em Belém e Parauapebas, sudeste do Pará.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.