O Banco da Amazônia, maior banco de fomento da região Norte, lançou na última quarta-feira (22), o edital do Concurso Público 2015. O período de inscrição vai de 23 de julho até 17 de agosto de 2015 e, de imediato, estão sendo ofertadas 57 vagas, sendo 56 para técnico bancário, que exige nível médio, e uma para médico do trabalho, destinada a quem tem curso de graduação de nível superior em Medicina com especialização em medicina do trabalho. Para ambos os cargos haverá cadastro de reserva. Do total de vagas que vierem a ser oferecidas durante o prazo de validade do concurso, 5% serão reservadas às pessoas com deficiência e 20% para as pessoas que se autodeclararem pretas ou pardas (PPP)conforme legislação vigente.

Este é o quarto ano consecutivo que a instituição realiza esse tipo de seleção, sendo que de 2012 até os dias atuais já foram admitidos 398 novos empregados, sendo 313 técnicos bancários e 85 técnicos científicos. Um desses novos empregados é a experiente Gleide Silva Modesto, que passou para o cargo de técnico bancário no concurso realizado em 2013 e foi admitida no primeiro semestres de 2015 no Tocantins.

As vantagens que a instituição oferece vão além da remuneração inicial, na qual, para técnico bancário, é de R$ 1.950,42, para uma jornada de trabalho de seis horas diárias: “Eu trabalhei 10 anos em Bancos privados e queria mais estabilidade. Sai do último emprego em dezembro de 2014 e em março 2015 fui chamada para assumir o cargo, nem esperava porque o concurso foi para cadastro reserva e fiquei na 42º colocação pra região. Profissionalmente e financeiramente fiquei feliz com minha nomeação, pois eu não estava trabalhando e estava apenas estudando para concurso público. E pessoalmente estou aprendendo muito, pois apesar de já ter trabalhado em banco por 10 anos o nicho de atuação do Banco da Amazônia é diferente e proporciona conhecimento sobre financiamentos que fomentam o desenvolvimento regional”, revela Gleide.

Além da possibilidade de desenvolvimento profissional e de ascensão, quem for aprovado no concurso do banco terá ainda, como vantagens, o programa de assistência médica, auxílio-alimentação no valor de R$ 1.003,16, auxílio-creche, participações nos lucros ou nos resultados da empresa, e possibilidade de participação no Plano de Previdência Complementar do Banco da Amazônia. Para o cargo de técnico bancário são requisitos: certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.

Para o cargo de técnico científico, as vantagens são as mesmas das ofertadas aos técnicos bancários, porém o salário inicial é de R$ 2.357,84 e será exigido aos que buscam a única vaga ofertada, certificado de conclusão ou diploma, devidamente registrado, de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação, acrescido de certificado de curso de especialização, em nível de pós-graduação, com carga horária mínima de 360 horas, em Medicina do Trabalho, reconhecido pelo MEC, além de registro no Conselho Regional de Medicina. A jornada de trabalho para o cargo é de quatro horas diárias.

O candidato que concorrer à vaga de médico do trabalho será alocado, exclusivamente, em Belém, no Pará, independentemente do domicílio do candidato e/ou local de realização das provas. Já os concorrentes ao cargo de técnico bancário poderão ser alocados em qualquer uma das unidades do banco distribuídas pela Amazônia Legal.

Valores da Inscrição e locais de provas

Os valores da inscrição para nível médio é de R$ 50 e para nível superior R$ 65. Com organização a cargo da Fundação Cesgranrio, a data provável de realização da prova é 27 de setembro, sendo que esta será aplicada nas cidades de Belém, onde está localizada a matriz da instituição, e em Santarém, no Pará, além de Boa Vista, em Roraima, Cuiabá, no Mato Grosso, Macapá, no Amapá, Manaus, no Amazonas, Palmas, no Tocantins, Porto Velho, em Rondônia, Rio Branco, no Acre, e São Luís, no Maranhão. A validade do concurso é de um ano, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período. Mais informações no site www.cesgranrio.org.br

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.