Dois líderes indígenas da aldeia Assurini foram presos pela Polícia Federal na Reserva Trocar, municipio de Tucuruí, no sudeste do Pará. Os indígenas foram transferidos para Belém e devem chegar no final da tarde desta quarta-feira (1º) à capital.

Purake Assurini e Oliveira Assurini foram detidos sob suspeita de participação em crimes ambientais cometidos dentro da reserva indígena. De acordo com as investigações,
eles facilitariam a ação de madereiros na derrubada da floresta.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.