01_Expoimp forum lácteo

Cinco indústrias lácteas de Imperatriz e Açailândia participaram Fórum da Indústria de Lácteos, realizado dentro da programação da 47ª Expoimp, nesta quinta feira, 9, no estande do Sebrae. Representantes do Laticínio Palate, Laticínio Soberano, Doce Pioneiro de Imperatriz e os Laticínios Vovó Lenita e Bete de Açailândia discutiram alguns problemas enfrentados por eles e algumas soluções que podem ser buscadas a partir dessa reunião.

As discussões foram mediadas pelos consultores Jader Oliveira, Nábia Ribeiro e Rose Amorim, tendo como eixos centrais os fatores políticos leais, os fatores econômicos naturais, os fatores tecnológicos e os fatores socioculturais. Dentro desses temas, os representantes discutiram prática de manejo, a necessidade de mão de obra qualificada – desde a produção da matéria prima (leite) até a fabricação de outros produtos nas indústrias – e dos investimentos governamentais e taxas de juros reduzidas para essas indústrias.

Para a representante do Laticínio Vovó Lenita, Zélia Coelho, é de grande importância a participação das indústrias em discussões, como esta promovida pelo Sebrae. “Aprovo a ideia e acredito que é preciso que estas discussões não parem por aqui. Muitos dos problemas enfrentados por todas as indústrias não são problemas apenas de uma empresa. Por isso a importância da realização de outros fóruns, inclusive com a presença de produtores”, destacou Zélia Coelho.

O consultor Jader Oliveira enfatizou que nesta ação os donos de laticínios foram participativos e esta resposta renderá subsídios para que o Sebrae possa traçar um plano de ação para tentar resolver as problemáticas levantadas. “Eles têm muita experiência no ramo e nada melhor que juntá-los para que eles próprios apontem os problemas e, consequentemente, ocorram mudanças significativas em suas empresas”, disse Oliveira.

Tudo o que foi discutido durante esse Fórum será apresentado durante uma reunião que acontecerá no próximo dia 17, em Açailândia. Esta reunião, também reunirá esses e outras indústrias lácteas da região.

Palestra

Ainda durante a programação, o consultor do Sebrae Rafael Heringer proferiu a palestra “Manejo de Gado Jovem”, voltada para produtores rurais, estudantes e técnicos agropecuários de Imperatriz e outros municípios da região. Heringer falou sobre o controle de carrapatos que é uma das pragas que acometem o rebanho bovino, ensinado técnicas para superar o problema, apontando algumas opções de tratamento para o gado.

Durante todo o dia de ontem, cerca de 150 pessoas participaram ainda das palestras sobre a viabilidade da pecuária leiteira e o casqueamento preventivo para bovinos. “Sem informação a propriedade não funciona. O produtor deve entender que se o gado não for bem tratado não vai haver produção a contento. Por isso, tudo o que obtive de informação aqui nessas palestras, vou levar para o município e amanhã mesmo vamos encontrar formas de já colocar os ensinamentos em prática nas propriedades atendidas pelo município”, destacou o secretário de Agricultura de Buriticupu, Antônio Gonçalves.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.