ResizeAgricultores familiares de Água Azul do Norte e Rio Maria, no sudeste paraense, receberam 2.150 mudas de essências florestais para fins de recomposição ambiental e geração de renda. Elas foram produzidas em viveiro instalado no escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) de Conceição do Araguaia, que faz a doação para agricultores de 15 municípios da região.

Segundo o supervisor regional da Emater, Tiago Catuxo, 1,5 mil mudas foram doadas para Água Azul do Norte; mil beneficiaram dez famílias agricultoras e as outras 500 foram destinadas ao Projeto Rondon (ligado ao governo federal), com o objetivo de arborização municipal. “Além da recuperação ambiental das áreas degradadas, as mudas também possibilitam aos produtores a geração de renda, com uma atividade produtiva alternativa”, afirma.

Em Rio Maria, o agricultor familiar Ângelo Mateus Veloso foi contemplado com 650 mudas de açaí, da variedade BRS Pará, que servirão para reflorestamento e incremento da produção de polpas em sua propriedade, o Sítio Pé do Morro, na comunidade da Gleba Tupã. A partir de agora o produtor passará a trabalhar com o fruto. “Tenho um pomar onde cultivo manga e goiaba e espero incrementar a produção com o açaí e em breve fornecer polpas para a merenda escolar”, ressalta o produtor.

O viveiro está implantado desde 2008, no escritório da Emater em Conceição do Araguaia, e atende os municípios de Água Azul do Norte, Bannach, Cumaru do Norte, Floresta do Araguaia, Ourilândia do Norte, Pau D’Arco, Redenção, Rio Maria, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Santa Maria das Barreiras, Sapucaia, Tucumã, Xinguara e Conceição do Araguaia.

Com capacidade para produção de 50 mil mudas de espécies florestais, visando ao uso para recuperação ambiental, o viveiro é fruto de convênio entre o órgão estadual e o Ministério de Desenvolvimento Agrário, por meio do programa federal Território da Cidadania, e tem parceria da Prefeitura de Conceição do Araguaia para as ações de plantio de mudas. (Paula Portilho)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.