A organização do Programa Missão Pedagógica no Parlamento divulgou nesta quarta-feira, 22, a lista dos sorteados para participar do curso a distância Educação para Democracia e o Parlamento. Ao todo, 216 educadores foram selecionados para participar do curso que serve como processo seletivo para a fase presencial do Missão Pedagógica, que será realizada em Brasília, para 54 professores selecionados.

Do Tocantins, uma sorteadas foi a professora, Rafaela Brito da Silva, da Escola Estadual Sampaio, no município de Sampaio, foram escolhidos a partir do sorteio eletrônico e participarão do curso a distância. Passada a fase do curso a distância, os 54 participantes com melhor desempenho no curso, observada a distribuição de duas vagas por estados e DF, são convocados para participar do Missão Pedagógica no Parlamento.

Após a seleção, os convocados devem participar de uma semana de formação em Brasília e de um módulo de elaboração de projetos a distância, nos quais aprendem e socializam saberes e práticas para fazer da escola um espaço privilegiado para a vivência de experiências e valores democráticos, além de fortalecerem a cidadania. Todas as despesas para participação no encontro em Brasília serão custeadas pela Câmara dos Deputados.

Os participantes que concluírem com êxito o programa serão certificados pelo Centro de Formação, Treinamento e Desenvolvimento da Câmara dos Deputados em 120 horas.

De acordo com o gerente de Projetos Educacionais da Seduc, Júlio César Rocha, a expectativa é que o curso a distância inicie já no mês de agosto, para os 216 selecionados de todo o Brasil. “Agora em julho foi divulgada a lista de sorteados para o curso e, em agosto, deve ser realizado o curso. Passada esta fase da formação, os professores passam por uma etapa de imersão de uma semana, em Brasília”, salientou.

Missão Pedagógica

O programa Missão Pedagógica no Parlamento é uma iniciativa da Câmara dos Deputados que tem como objetivo oferecer aos educadores formação em educação para democracia. Segundo a coordenação, o programa busca a construção de uma rede nacional de educadores sensibilizados quanto à importância da inserção da educação para a democracia nas práticas pedagógicas das escolas.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.