filho finan

Com um acordo praticamente selado para desistir de sua pré-candidatura em detrimento do apoio ao pré-candidato, Marcos da Eticcam (PSDB) e podendo disputar uma cadeira na Câmara Municipal, o pesolista Filho Finan, decidiu recuar da adesão e não participar da coligação com PSDB, DEM, SD, PR e PRP.

Filho Finan disse ao webjornal Folha do Bico que o motivo do recuo, foi o que ele considerou como “ato intransigente” de Marcos da Eticcam, em indicar como pré-candidata a vice-prefeita, a cantora gospel Railda Gomes (DEM). “O que eu não consigo entender é o cara se dizer jovem, apregoar táticas políticas diferentes em seus discursos e acordos, mas na prática opera como a velha política faz, sempre agindo as escondidas, tomando medidas individuais e a seu bel prazer. O Marcos precisa entender que em uma coligação se toma decisões não de forma isolada ou unitárias. As decisões devem ser tomadas de forma colegiada. Fora disso é ditadura. Eu e o PSOL não concordamos com ditaturas. Ele sozinho, sei lá porque, decidiu buscar essa moça e indicar como vice. Ela foi candidata em 2012, tirou 170 votos, agora ele chega e indica de vice, pensado que vai pegar voto de igreja. Tá muito enganado. Se igreja elegesse ela teria vencido em 2012. Não concordo com essa prática. Se tivesse chamado todos para conversar e apresentar o nome da Railda, ai tudo bem, seria diferente. Mas decidir como se mandasse em todos os partidos não funciona comigo”, afirmou o presidente do PSOL.

Filho comentou ainda que sua Convenção está marcada para o dia 5 e que tem tempo para pensar o que o legenda vai fazer. “Vou sentar com nossos filiados e apresentar a situação. Por enquanto o acordo com o Marcos está totalmente suspenso. Vamos debater internamente se manteremos uma candidatura própria ou vamos procurar outro grupo. Até semana que vem decidiremos”, finalizou.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.