Membros do Sindicato em reunião com o promotor de Justiça nesta quarta-feira
Membros do Sindicato em reunião com o promotor de Justiça nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 13, a presidente do Sindicato dos Professores no Município de Itaguatins (Sintemi), professora Marlúcia; o professor e vereador Professor Claudenildo (PP) e outros docentes, estiveram no Ministério Público Estadual (MPE), denunciando o atraso no pagamento dos servidores da Educação.

O grupo alega que no início da atual gestão, o prefeito Regis Melo (PSD), reuniu os funcionários públicos de Itaguatins e anunciou que no seu governo o pagamento seria todo dia 1ª de cada mês. Os professores reclamam que fizeram seus compromissos contando com pagamento nessa data. A partir do segundo ano de gestão, Régis começou a atrasar os proventos no mês de junho e os servidores passaram a receber no dia 20. Sem nenhuma explicação até o momento o pagamento referente ao mês de junho ainda não saiu.

“Não justifica esse atraso, pois os recursos estão sendo repassados normalmente. O prefeito vai para a reeleição e está inchando a folha de pagamento com contratos resultante de compromissos políticos e com isso, não está dando conta de pagar em dias os servidores públicos efetivos. É preciso que as autoridades competentes tomem as providências necessárias. Não é possível que esse prefeito abuse de contratações de negociatas nas barbas do Ministério Público, e inviabilize o pagamento dos servidores. Não sou contra contrato, mas dentro das disponibilidade financeira do município”, disse o vereador Claudenildo.

O grupo lembrou que em 2012, ano eleitoral, por notificação do Ministério Público, o prefeito anterior, Homero Júnior, foi obrigado a demitir os contratados, exceto professores e os da saúde por excepcional necessidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.