295707_1000

Durante visita às obras da Alça Viária Sul-Norte, que aconteceu na manhã desta sexta-feira, 29, em Palmas, o governador Marcelo Miranda comentou sobre o pagamento da data-base, que é a reposição geral anual do salário dos funcionários públicos.

“O governo tem procurado atender os sindicatos de forma clara, alertando pela dificuldade que o governo se encontra. Agora, é evidente que não temos os recursos para cumprir com a data-base. Mas não é da forma que eles estão querendo. As agressões que o governo tem recebido não é para quem quer um consenso”, disse o Miranda, se referindo às faixas e outdoors e outras manifestações dos servidores, cobrando o pagamento.

Miranda ainda ressaltou que não é o momento para se discutir uma greve. “A greve nesse momento é ruim para todos nós, quem vai perder é a sociedade. Estamos trabalhando para resolver o problema dos servidores.”

O secretário da Administração (Secad), Geferson Barros, também se manifestou sobre o assunto. “Já deixamos claro qual é a condição do Estado. No atual momento não temos como conceder da forma que estão pedindo. Mas tenho certeza que vamos chegar a uma solução consensual com todas as categorias.”

Sisepe

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (Sisepe-TO) anunciou que, na próxima sexta-feira, haverá uma Assembleia Geral Extraordinária em Palmas, com a presença dos servidores públicos estaduais, para ratificar a decisão de deflagrar greve, em razão do governo do Estado se negar em pagar a data-base.

Os servidores reivindicam o pagamento dos retroativos da data-base 2015, além da implantação da data-base 2016, cujo índice fechou em 9,8307%, conforme Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) que calcula a inflação, acumulado nos últimos 12 meses. A convocação está no Diário Oficial do Estado (DOE) nº 4.659, do dia 11 de julho.

Eleições

Miranda falou ainda sobre o possível apoio do PMDB a candidatura de Cláudia Lelis (PV) à Prefeitura de Palmas.

De acordo com o governador, existe a discussão acerca do assunto e os partidos estão se reunindo constantemente para decidir, e marcou uma possível data para a definição do apoio à candidata.

“A vice-governadora tem feito um belíssimo trabalho e mostrado um projeto interessante para nossa Capital. Estaremos definindo até a próxima segunda-feira”, disse Miranda, elogiando a atuação de Cláudia Lelis.

O nome da vice-governadora foi anunciado no último dia 15, como pré-candidata à Prefeitura de Palmas pelos partidos da Frente por Palmas, formada pelo PV, PMDB, PP, PSDC, PRTB e PMDB. O grupo já anunciou a realização de uma convenção conjunta, no dia 5 de agosto.

Sindicatos

No próximo dia 5, os sindicatos de servidores estaduais devem votar em assembleias a greve geral, que ser for aprovada terá início no próximo dia 9. (Jornal do Tocantins)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.