Policiais civis e militares continuam as buscas para prender integrantes da quadrilha que tentou assaltar uma agência bancária no município de Jacundá, no sudeste do Pará, na madrugada desta terça-feira (5). Dois suspeitos de integrar o grupo morreram na troca de tiros com policiais. Um dos suspeitos foi detido e identificado como policial militar.

Segundo a Polícia Civil, o grupo chegou à agência do banco Bradesco por volta de 1h30. Os criminosos pularam o muro dos fundos da agência e fizeram um buraco na parede, mas foram surpreendidos por uma equipe da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DRRB), que já investigava o grupo. Pelo meno quatro integrantes da quadrilha conseguiram fugir do local.

Após a troca de tiros, os policiais seguiram em direção a um ramal do município na tentativa de prender os demais integrantes do grupo, mas eles não foram localizados. Foram apreendidas duas pistolas, dois carros e ferramentas usadas em arrombamentos de caixas eletrônicos, como pés-de-cabra e alicates, além de oito telefones celulares utilizados nos crimes.

O policial militar preso foi autuado em flagrante na Delegacia de Jacundá e será transferido ao Presídio Coronel Anastácio das Neves, no Complexo Penitenciário de Americano, em Santa Isabel do Pará.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.