motoxtec

Tocantinópolis e Moto Club continuaram no empate no jogo de volta pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série D, neste domingo (3). Desta os dois clubes conseguiram marcar e placar ficou e 1 a 1. O jogo teve atacante tocantinense que perdeu pênalti e gol impedido que revoltou a torcida maranhense.

Assim como o jogo na casa dos maranhenses, Tocantinópolis e Moto Club continuaram com dificuldades para balançar a rede. No primeiro tempo, a melhor chance foi do atacante Tety. Ele foi derrubado na área, o juiz marcou pênalti, o baixinho foi para a cobrança, fez a famosa ‘paradinha’ e o goleiro Márcio conseguiu espalmar. No rebote Tety mandou para fora.

O jogo seguiu com muito contra-ataque, mas pouca mira. Os dois times tiveram boas chances de gol, porém as finalizações deixavam a desejar. Aos 38 do segundo tempo Ercílio foi derrubado na área e o Verdão do Norte ganhou uma segunda chance: pênalti. O jogador do Moto Club, Igor, foi expulso na jogada. Os jogadores discutiram quem iria bater, escolheram o capitão Batata, ele foi certeiro e abriu o placar com o primeiro do TEC.

Dois minutos antes, o Moto Club chegou a comemorar um gol, mas a festa acabou quando o assistente levantou a bandeira de impedimento, fato que deixou a torcida maranhense revoltada. Mas os maranhenses estavam determinados e Diego Renan conseguiu arrancar o empate antes do apito final.

O empate deixa a classificação do grupo A4 na mesma, todos os times fizeram um ponto na quarta rodada. Tocantinópolis segue em terceiro com cinco pontos e Moto Club em segundo com seis.

O Tocantinópolis viaja para o Amapá onde encara o Santos-AP, a partir das 17h, no estádio Zerão. O Moto Club encara o Águia de Marabá, no Zinho de Oliveira, no Pará, às 16h. (ge)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.