Em cumprimento a mandados de prisão expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Paraíso do Tocantins, policiais da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (DEIC), com o apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), prenderam na manhã desta segunda-feira, 09, dois homens acusados de praticar furto de 19 cabeças de gado em 2016, na cidade de Paraíso do Tocantins.

Foram presos, pelos crimes de furto qualificado e associação criminosa, João Antônio da Silva e João Antônio da Silva Júnior. Os dois são pai e filho e se encontravam em uma propriedade rural no município de Porto Nacional, a 60 quilômetros de Palmas. Juntamente com os dois, foram apreendidos um caminhão, um veículo de passeio e duas armas de fogo de fabricação caseira, que resultaram na lavratura de auto de prisão em flagrante pela posse das armas.

De acordo com o delegado Wanderson Chaves de Queiroz, titular da DEIC, o crime ocorreu em novembro de 2016, sendo oferecida a denúncia pelo Ministério Público Estadual (MPE) no ano passado. “Estávamos há algum tempo na busca dos acusados e nesta manhã conseguimos capturá-los em uma fazenda próxima de Porto Nacional”, afirmou. Ainda de acordo com o delegado, ao serem abordados, os dois não resistiram à prisão.

Os indivíduos estão sendo ouvidos na sede da delegacia especializada em Palmas e, após os procedimentos legais cabíveis, serão recolhidos à Casa de Prisão Provisória de Palmas.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.