IMG-20150806-WA0311Um dos representantes dos proprietários e apreciadores de som automotivo em Araguatins, reiterou o interesse de dialogar e chegar a um entendimento com os moradores da região da beira rio, Ministério Público e Polícia Militar.

Felix Alves da Silva disse nesta quinta-feira, 6, em entrevista ao webjornal Folha do Bico, que a intenção do grupo e de todo pessoal que aprecia e faz uso dos equipamentos, nunca foi de prejudicar, causar tumulto ou afrontar autoridades e moradores. “Quero primeiro deixar claro que não estamos aqui para brigas ou coisas do tipo. Queremos conversar com todos e expor nosso ponto de vistas. O promotor já sinalizou que pretende criar condições para o diálogo e nós parabenizamos pela atitude”, disse Felix .

O representante argumentou ainda que Araguatins é uma cidade turística que reúne diversos tipos de atividades. “Araguatins é uma cidade diversificada, aqui tem boates, restaurantes, festivais, bons hotéis, exposição agropecuária, encontro de lancha, rally, MotoCross e também o som automotivo que movimenta comercialmente a cidade”, disse Felix Alves que completou, “Para vocês terem uma idéia, Araguatins possui uma série de estabelecimentos voltados para atender os proprietários de som automotivo, uma atividade que é o sustento de muitas famílias e que gera empregos, portanto não pode ser menosprezada ou tratada com preconceito”, comentou.

O grupo defende que o promotor e os vereadores convoquem audiências públicas para discutir o assunto. “A Câmara tem sido parceira do movimento e se preocupado com o contexto geral, não só dos moradores. A beira rio é uma região das festas e dos eventos, portanto é normal a movimentação. Não podemos destruir o único lugar permanente de diversão para as centenas de jovens que ali circulam todo final de semana. Querem e exigir que na beira rio haja silêncio é o mesmo que ir no maracanã e pedir que a torcida não vibre com o gol”, afirmou Felix.

“Queremos e estamos prontos para sentar e tratar desse assunto com muita civilidade com a comunidade, respeitando todos eles. Queremos ajudar Araguatins da nossa forma, atraindo turistas que gostam de som, incentivando os comerciantes que atuam na área e movimentando a cidade. E contamos com a parceria e entendimento do MP, da Câmara e da Prefeitura”, finalizou.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.