A realização da 4ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar (San) foi adiada para os dias 3 e 4 de setembro de 2015. Com a nova data, abriu-se a possibilidade de prorrogação do prazo limite para a realização das Conferências Municipais. Os Conselhos municipais de San agora têm até o dia 20 de agosto para realizar o evento, e até o dia 22 de agosto para o envio do relatório ao Conselho Estadual de Segurança Alimentar (Consea). Os novos prazos foram discutidos e aprovados na tarde da última sexta-feira, 7, durante reunião do Consea na sede da Secretaria de Estado do Trabalho e da Assistência Social (Setas).

De acordo com o presidente do Consea Estadual, Iramar Cardoso da Silva, o Conselho está em fase de consolidação dos relatórios de 95 municípios do Estado que realizaram as etapas municipais da Conferência. “As cidades que por algum motivo não puderam cumprir os prazos agora terão uma nova oportunidade de participar deste importante debate que envolve a política de segurança alimentar do nosso Estado. Esperamos que o máximo de municípios participem”, explicou. O presidente declarou ainda que a Conferência deste ano terá como principais objetivos a retomada das discussões sobre o Plano Estadual de Segurança Alimentar e a efetivação do Sistema de Segurança Alimentar do Tocantins (Sisan).

A Setas e o Consea participaram e apoiaram muitas conferências municipais desde maio deste ano. Para a coordenadora da Comissão Organizadora da 4ª Conferência, Régina Mercês Aires, a etapa municipal foi positiva. “Percebemos que o evento foi uma oportunidade de reativar conselhos municipais, apresentar para a comunidade a importância do Sisan e como ele trabalhará para garantir Segurança Alimentar à nossa população”, afirmou.

Sobre a Conferência 

A 4ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Tocantins será realizada nos dias 3 e 4 de setembro, em Palmas, com o tema Comida de Verdade no Campo e na Cidade: Por Direitos e Soberania Alimentar. As conferências municipais têm como objetivo ampliar e fortalecer os compromissos políticos para área, promovendo a soberania alimentar e a garantia do direito humano à alimentação adequada e saudável, asseguradas a participação social e a gestão intersetorial no Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN). A Conferência Estadual debaterá três eixos principais: Comida de Verdade, Dinâmicas em Curso e Fortalecimento do Sisan.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.