Duas pessoas candidatas ao concurso público promovido pela Universidade Federal do Pará (UFPA) neste domingo (16) foram detidas em flagrante em Belém. De acordo com a Polícia Federal, a dupla incorreu no crime de cola eletrônica.

Segundo o delegado Jorge Eduardo, da Polícia Civil, um dos suspeitos terminou a prova cedo, e usou o celular para passar o gabarito para a outra candidata, que continuava realizando o exame do Ensino Médio. A dupla foi presa e apresentada na sede da Polícia Civil, na avenida Almirante Barroso, em Belém,

O concurso para os cargos de Técnico-Administrativos em Educação, da UFPA ofertou 156 vagas para 39 cargos distribuídos nos 12 campi da universidade do estado. Os salários variam de R$ 1.739,04 a R$3.666,54, e é promovido pelo Ceps.

A assessoria da UFPA informou que as prisões ocorreram após investigação da Polícia Federal e que colabora com a apuração do caso.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.