asdrubal-bentes-deputado-20110907-original

Na quinta-feira, dia 20, o juiz da 1ª Vara de Execuções Penais da Região Metropolitana de Belém,  Cláudio Henrique Lopes Rendeiro, sentenciou a extinção da pena de prisão do ex-deputado federal Asdrubal Bentes (PMDB), que havia sido condenado  a 3 anos, um mês e dez dias, acusado de troca de votos por cirurgias de esterilização. Asdrubal cumpria pena de prisão domiciliar em Marabá-PA.

O juiz declarou também extinta  a pena de multa aplicada a Asdrubal.

Na denúncia original do Ministério Público, Asdrúbal Bentes era acusado de ter trocado votos por cirurgias de esterilização quando disputou a eleição para prefeito de Marabá (PA). Mas esse crime prescreveu porque, devido ao tempo transcorrido entre a denúncia e o julgamento, ele não poderia mais ser punido por essa acusação.

Por isso, foi condenado somente por esterilização cirúrgica irregular, crime previsto na lei que trata do planejamento familiar. Em sua defesa,

Bentes argumentou que não podia condenado por tal crime porque não é médico.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.