frame_carlesse_sofaO deputado estadual Mauro Carlesse (PTB) teve pedido de soltura concedido na tarde desta quarta-feira (26) pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão foi tomada pelo relator do processo, ministro João Otávio de Noronha.

“Ante o exposto, defiro a liminar a fim de determinar que o paciente, Mauro Carlesse, seja solto até o julgamento definitivo deste mandamus (mandado de segurança) ou exame de mérito da ação principal, o que ocorrer primeiro”, diz a decisão do relator.

Prisão

Mauro Carlesse foi preso no dia 31 de julho por causa de um processo de execução de pagamento de pensão alimentícia, movido pela esposa dele, que corre na comarca de Barueri (SP). Inicialmente, o parlamentar ficou detido na Assembleia Legislativa, em Palmas. Depois, foi transferido para uma sala especial do Quartel do Comando Geral (QCG).

Conforme o escritório de advocacia de Rosângela Carlesse, esposa do deputado, a ação surgiu por conta do pedido de divórcio feito por ela, que não estaria sendo aceito pelo deputado. O principal ponto de discórdia seria o valor pedido por ela no auxílio alimentação, cerca de R$ 50 mil, além de um retroativo de cerca de R$ 300 mil. (G1)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.