DSC_2970A deputada estadual Luana Ribeiro (PR) usou a tribuna nesta terça-feira, 18, para lamentar que apenas 36% das creches previstas em 2007, pelo Programa de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), estejam concluídas no Tocantins. “Como todos sabem, meu pai lutou muito pelas creches e sua última audiência em vida foi para resolver as pendências dos municípios. Lamento muito que grande parte das obras não esteja acabada”, disse Luana.

O assunto foi capa o Jornal do Tocantins desta terça, na reportagem de Fernanda Menta. Segundo a matéria, apenas 56 das 156 creches previstas para o Estado saíram do papel, sendo que 64% ainda faltam ser construídas.“Coloco-me à disposição das prefeituras para fazer gestão junto ao Governo Federal para conseguir os recursos. O senador João Ribeiro se foi, mas deixou um excelente relacionamento com os ministérios, e posso intermediar junto a eles”, destacou a parlamentar.

De acordo com o levantamento do Jornal do Tocantins, 37 creches estão em obras no Estado, 39 paralisadas e outras não chegaram a ser licitadas.

Apoio da bancada

Luana Ribeiro também fez um apelo à bancada federal para que abrace a questão das creches e não permita que as crianças fiquem sem vagas. “Temos três senadores e oito deputados federais peço que incluam as creches como prioridade em seus projetos”, afirmou.

Palmas

Segundo a reportagem, só em Palmas, 916 crianças esperam na fila por uma vaga e nenhuma das sete creches previstas há mais de um ano, está pronta. Cerca de 25% dos custos dessas obras estão na conta da prefeitura e nenhuma começou a ser construída.

Em Araguaína as obras estão mais adiantadas. São nove creches, sendo quatro concluídas (duas em funcionamento e duas aguardando recursos para aquisição de equipamentos), quatro em obras e uma em ação preparatória.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.