O governador Marcelo Miranda (PMDB), parece ter perdido a paciência com os professores grevista e determinou que o secretário estadual de Educação, Adão Francisco, corte o ponto dos professores. Para isso Adão já ordenou que os diretores regionais de ensino, comessem a operação de forma rápida e urgente.

A decisão do governador é baseada em uma liminar conseguida pelo Governo do Estado, em que considera a greve ilegal. De posse do documento, Marcelo definiu que o secretário iniciasse o que dentro da Secretaria Estadual de Educação, está sendo chamada de “Operação Magistério”.

“Vamos tomar as medidas administrativas. Há uma decisão judicial e já estamos procedendo ao corte de ponto”, disse o secretário de Educação, Adão Francisco, que confirmou, após 30 dias do não comparecimento do professor na sala de aula ele poderá responder processo administrativo por abandono de função.

O presidente da Diretoria Regional do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Tocantins (Sintet), de Tocantinópolis, professor Cleber Borges de Morais, entregou nesta segunda-feira, 17, ao webjornal Folha do Bico, cópia de um áudio que mostra como o diretor da Regional de Ensino de Paraíso, tem determinado deste quinta-feira passada, que os diretores de escola procedam.

A ordem é expressa para que os professores tenham seus pontos cortados.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.