Um novo sistema de monitoramento de presos será implantado no Tocantins a partir deste mês de agosto, conforme a Secretaria de Defesa e Proteção Social (Sedeps). O órgão adquiriu tornozeleiras eletrônicas, que ao serem utilizadas vão indicar a localização dos presos. Segundo a Sedeps, o objetivo é desafogar os presídios do estado.

A primeira cidade a receber o sistema é Palmas, porém, segundo o órgão, outras cidades também serão contempladas. De acordo com a secretária da Sedeps, Gleidy Braga, as tornozeleiras foram adquiridas através de um convênio com o Ministério da Justiça e serão disponibilizados cerca de 250 equipamentos nesta primeira etapa de implantação.

Ainda de acordo com a secretária, a medida visa resolver a superlotação dos presídios e também evitar que presos que cometeram delitos de pequeno potencial ofensivo, sejam levados para o sistema prisional. Para a Sedeps, a intenção é que os presos provisórios respondam o processo em liberdade e utilizem a tornozeleira eletrônica.

Os escolhidos terão ainda responsabilidades pelo uso do equipamento. “O preso tem que aceitar a utilização da tornozeleira e caso aceite a medida junto ao judiciário, a Secretaria de Defesa e Proteção Social entregará o aparelho. Ele terá a responsabilidade de carregar todos os dias a tornozeleira”, concluiu Gleidy Braga. (G1)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.