01_Ação em Bom Jesus das SelvasDurante todo o mês de julho, a equipe técnica da Unidade Regional do Sebrae em Açailândia realizou uma série de visitas a diversos municípios da região da pré-Amazônia para realizar um levantamento das vocações e habilidades econômicas das diversas comunidades presentes na área de atuação da mineradora Vale – que é parceira da ação.

A ideia é contribuir com o desenvolvimento local destas comunidades, apoiando-as no que for identificado durante o estudo, de modo a planejar ações que incluam capacitações em gestão, planejamento, organização e atuação de associações e cooperativas, dentre outros. O Sebrae e a Vale também querem traçar um perfil dos empreendedores locais, pensando em implantar ações como oficinas, palestras e consultorias.

Três localidades receberam a comitiva, formada pela gerente do Sebrae em Açailândia, Rosilene Borges, o gestor de projetos do Sebrae, Rhaufe Fonseca, o consultor do Sebrae, Bento Serra, e os analistas de relações com a comunidade da Vale, Rafael Ahid e Andrea Andrade: o povoado de Primeiro Cocal, no município de São Pedro da Água Branca; o povoado de São João do Andirobal, no município de Cidelândia; e o povoado Nova Vida, no município de Bom Jesus das Selvas.

Durante as visitas, a equipe reuniu-se com membros das associações dessas comunidades, para dialogar sobre a importância do planejamento, organização e atuação de produtores que se unem em associativismo. As reuniões foram intermediadas pelo consultor do Sebrae, Bento Serra, que pontuou as habilidades empreendedoras dos grupos através de dinâmicas em grupos.

De acordo com a gerente do Sebrae, as capacitações poderão proporcionar diversos benefícios para os moradores das comunidades envolvidas na ação. “Os treinamentos vão capacitá-los e orientá-los de forma a contribuir com a administração dos seus negócios e com o crescimento econômico local”, avalia Rosilene.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.