11822533_723809344412339_146172785136381607_n

Na manhã desta sexta-feira, 7, os vereadores, Zullias Amoury (DEM), Aderson Buxim (PR), Vicente Moraes (PTB), Eleny Araújo (PSC), Gideon Lourenço (PSD) e o vice-prefeito, Eurivaldo Gomes (PSB), visitarm o gerente geral da agência da Caixa Econômica Federal de Tocantinópolis, Marcos Batista. Na oportunidade, eles solicitaram informações quanto ao andamento da instalação de uma lotérica no município.

A visita foi em razão dos parlamentares terem recebido inúmeros pedidos dos moradores, que pelo menos há mais de ano esperam por uma resposta convincente e resolutiva. “Devido a única lotérica existente na cidade ter sido fechada, a cidade necessita de serviços como este, que garantam mais agilidade e comodidade na realização de serviços como pagamento de contas, saques e depósitos, dentre outros”, disse Zullias Amoury.

Tocantinópolis possui hoje aproximadamente mais de 23 mil habitantes, conforme esses dados o município deveria ter pelo menos umas três casas lotéricas funcionando, porém a situação vivenciada é bastante diferente da realidade e necessidade ora vivenciada pelos munícipes.

Para aqueles que não perderam as esperanças de ganharem na loteria, alguns fazem periodicamente suas apostas na cidade vizinha, Porto Franco-MA, que além de pagarem uma taxa para registrar o jogo tem que pagar a travessia da balsa ou barcos.

De acordo com as explicações do gerente da Caixa, Marcos Batista Silva, já era para a Casa Lotérica está em funcionamento, entretanto houve alguns problemas quanto à documentação da então requerente. “Infelizmente a senhora que estava em primeiro lugar na fila da licitação teve alguns documentos que apresentaram pendência. Com isso, o segundo colocado, Adonato Cavalcante foi solicitado a apresentar a documentação exigida conforme os transmites legais da Caixa. Esse processo pode levar de sessenta a noventa dias em tramitação, dessa forma temos somente que aguardar”, frisou. (Dirceu Leno)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.