Após promoções de PM’s, servidores cobram acordo para pagamento da data-base

DESCONTENTAMENTO

901

A publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) das promoções de 1.371 policiais militares e bombeiros do Estado não agradou à categoria dos servidores públicos que estão em greve desde o início deste mês. Segundo eles, a promoção dos militares é um direito adquirido, assim como a data-base.

“Sempre defendemos os direitos de cada categoria e servidores. A promoção dos militares é um direito, assim como a progressão, mas o maior direito garantido na Constituição e na lei que estabelece a data-base é a revisão geral anual e o governador desrespeitou esse direito”, afirmou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos (Sisepe), Cleiton Pinheiro.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintet) regional Palmas, Joelson Pereira, há uma contradição no posicionamento do governo. “A prova disso são essas promoções de agora, num momento que ele (Marcelo) alega que não tem limite para a folha de pagamento e promove mais de mil soldados e bombeiros. A gente lamenta, não pelo fato dos companheiros terem sido promovidos, mas pelo descaso dele com a maior parcela dos servidores públicos que é educação, saúde e quadro geral”, afirmou.

A publicação das promoções não foi uma surpresa já que em abril o governo havia decidido unificar o processo em uma vez ao ano. Antes as promoções eram dividas em dois momentos. No entanto, também esperado pela população, o edital do concurso da Polícia Militar não foi publicado como prometido pelo governo.

A Secretaria de Comunicação alegou que ainda estão sendo realizados os últimos ajustes para a publicação do edital, mas, mesmo questionada, não se manifestou sobre a insatisfação das categorias em greve pelo estado. (Jornal do Tocantins)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.