IMG-20160829-WA0182

O araguatinense, Luciênio Monteiro Costa, foi promovido a tenente coronel da Polícia Militar do Estado do Tocantins. A promoção ocorreu no último dia 25, na sede do Comando Geral da Polícia Militar, em Palmas. Luciênio havia recebido esta mesma promoção em novembro de 2014, mas havia sido anulada por força de decreto governamental em 2015.

Luciênio, que sempre reforça sentir orgulho de ser natural de Araguatins, é filho do saudoso Gregório Costa e da senhora Dorivan Monteiro Costa. É formado em administração de empresas e pós-graduado em gestão pública.

O tenente coronel Luciênio prestou concurso para o quadro de oficial especialista da PM/TO em 1999. Em 2000, tomou posse como 1º Tenente, em 2005 foi promovido a capitão, em 2010 a major e agora a Tenente Coronel.

As promoções na Polícia Militar são as formas de reconhecimento e de respeito ao serviço policial militar e garante o acesso às graduações e postos mediante os critérios de antiguidade, pelo tempo de serviço prestado à corporação, por merecimento, quando se destaca no desempenho de serviços prestados e em sua condição ética e moral, e por escolha, onde o tenente-coronel alcança o ápice da carreira policial militar por escolha do chefe do poder executivo estadual devido a qualificação para desempenho dos altos cargos de comando da corporação.

O evento contou com as presenças do governador do Estado do Tocantins, Marcelo de Carvalho Miranda, do comandante geral da Polícia Militar, coronel Glauber de Oliveira Santos, do comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Dodsley Yuri Tenório Vargas, do secretário-chefe da Casa Civil, Télio Leão Ayres, do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ronaldo Eurípedes, do secretário-chefe da Casa Militar, coronel Raimundo Bonfim Azevedo Coelho, do procurador geral de Justiça, Clenan Renaut de Melo Pereira e demais autoridades públicas e militares.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.