IMG-20160817-WA0074

Faltando menos de dois meses para as eleições municipais de 2016, nesta quarta-feira, 17, a Justiça Eleitoral promoveu reunião para a elaboração do plano de mídia relativo ao horário da propaganda eleitoral gratuita. No encontro o juiz eleitoral, José Carlos Tajra Reis Júnior e o chefe do Cartório Eleitoral, Helder Ferreira Bezerra, explicaram aos candidatos e aos presidentes de partidos como é feito o cálculo do tempo a que cada candidato terá direito.

De acordo com a Lei das Eleições nº 9.504/97, o horário eleitoral gratuito terá início no dia 26 de agosto, 37 dias antes do primeiro turno (1º de outubro), e vai até dia 29 de setembro, três dias antes do início das eleições.

Os programas ou blocos poderão ser utilizados apenas por candidatos a prefeito e serão divulgados em duas oportunidades: das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10, de segunda-feira a sábado.

Os candidatos a prefeito e a vereador terão direito, ainda, à divulgação de inserções com propagandas de 30 ou 60 segundos. Para isso e emissora de rádio destinará 70 minutos diários. Esse tempo será dividido ao longo da programação, de segunda-feira a domingo, das 5h às 24h, e serão utilizados 60% pelos candidatos a prefeito e 40%, a vereador. Ou seja, serão 42 minutos para candidatos a prefeito e 28 minutos para a campanha dos candidatos a vereador.

Na reunião houve ainda o sorteio da ordem de veiculação do primeiro programa eleitoral que terá Marcos Eticcam (PSDB), Aquiles da Areia (PRB), Alday (PMN) e Cláudio Santana(PSDB), na ordem de execução de propaganda. A partir do segundo programa a ordem vai sendo alterada de forma subsequente.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.