belomonte

A usina hidrelétrica de Belo Monte começou a operar com cinco turbinas, após a geração comercial da 3ª turbina do Sítio Pimental ser autorizada, no último dia 5 de agosto, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Segundo a empresa responsável pelo empreendimento, a Norte Energia, Belo Monte será a quarta maior hidrelétrica do mundo, com capacidade abastecer 60 milhões de pessoas, em 17 estados brasileiros.

Das cinco turbinas, três são de 38,8 MW, da Casa de Força Complementar, no Sítio Pimental; e duas de 611,1 MW, da Casa de Força Principal, no Sítio Belo Monte, a maior do complexo hidrelétrico.

De acordo com a Norte Energia, a Casa de Força Complementar corresponde a apenas 3% dos 11.233,1 MW que serão gerados quando o empreendimento estiver concluído, em 2019. A usina complementar está em construção na área do vertedouro, na Volta Grande, no Rio Xingu.

As turbinas de Pimental são posicionadas na horizontal para aproveitar a passagem da água do Reservatório Xingu. Parte da água do rio é desviada para um canal artificial de 20 quilômetros, construído para levar a água ao Reservatório Intermediário, que fornece água para movimentar as unidades geradoras da Casa de Força Principal, no Sítio Belo Monte. (G1)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.