combustivel5

Um homem e uma mulher foram presos suspeitos de furtar combustível de um caminhão tanque na madrugada desta quarta-feira (10), no município de Marabá, no sudeste do Pará. A prisão foi realizada por policias rodoviários federais.

De acordo com a PRF, os agentes estavam realizando ronda na BR-155, quando suspeitaram de um caminhão tanque, que foi rumo a uma entrada vicinal.

Os policiais realizaram o acompanhamento do caminhão e, após algum tempo, viram que o combustível estava sendo furtado no local por cinco homens, que ao avistarem a viatura, fugiram correndo para mata, abandonando os galões já abastecidos e inúmeros outros ainda vazios.

Ao se aproximarem, os agentes constataram que o caminhão estava carregado com 32 mil litros de combustível tipo Diesel, pertencente a uma transportadora. O lacre da carga do caminhão encontrava-se rompido e de modo inadequado, ou seja, a pessoa que teria feito não tinha conhecimento.

No local, além do caminhão tanque, estava uma caminhonete com diversos galões de 50 litros em sua carroceria, estando seis deles já completamente cheios de combustível furtados do caminhão, totalizando 500 litros.

Galões

Os agentes da PRF viram uma casa em frente ao caminhão. A residência estava com os portões abertos e tinha vários galões, o que demonstrava uma provável conexão com o furto do combustível.

Neste momento, uma mulher se apresentou como a proprietária da casa e negou conhecimento sobre o combustível furtado do caminhão tanque, mas informou que seu irmão era dono de um posto de combustível localizado ali próximo. Ela também afirmou conhecer dois dos homens que fugiram correndo, informando os nomes deles aos policiais.

Ao ser questionada sobre a presença dos inúmeros galões encontrados no terreno, a mulher disse que eram de pessoas que entravam no local.

Durante as investigações, também apareceu em uma caminhonete. Um homem se identificou como funcionário do posto de combustível do irmão da proprietária da casa.

Ele afirmou ser responsável por fretar transporte de combustível para o dono do posto. Os agentes também constataram que a caminhonete do homem, que estava parada no local, carregada com o combustível furtado do caminhão, não estava com placa de identificação, mas ao ser realizada consulta pela numeração do chassi, foi identificado que o proprietário o dono do posto e irmão da proprietária da casa.

O homem e a mulher foram encaminhados para a delegacia junto com o combustível e veículos apreendidos. Eles devem responder por crime contra o patrimônio de furto de combustível e também por crime contra a ordem econômica.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.