O governo estadual não vai ceder às reivindicações das categorias, que devem entrar em greve na próxima terça-feira, mas garantiu que sempre esteve aberto ao diálogo. A informação foi divulgada através de nota oficial, hoje.

“O Estado atualmente não dispõe de condições financeiras para atender à reivindicação do funcionalismo público estadual que é a implementação da data-base”, diz a nota.

Ainda de acordo com a nota, a proposta do governo, de pagar o retroativo de 2015 em parcelas até o fim desta gestão, está mantida. “Qualquer aumento nos gastos públicos com os salários dos servidores na conjuntura atual pode agravar as contas públicas e levar o Tocantins a enfrentar situações críticas como as vividas por outros estados brasileiros”, completa a nota. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.