O Instituto Federal do Tocantins (IFTO) divulgou no Diário Oficial da União desta terça-feira, 2 de agosto de 2016, o edital do Concurso Público com 32 vagas para cargos técnico-administrativos e professores.

Para os Professores são 23 vagas distribuídas entre as áreas de Administração (1); Biotecnologia (1); Educação Física (1); Engenharia Elétrica (1); História (1); Letras/Libras (3); e Sociologia (1).

Já para as funções Técnico-Administrativas as oportunidades são para candidatos de nível fundamental e superior especificamente nas funções de: Auditor (2); Engenheiro/Área: Construção Civil (1); Engenheiro/Área: Ambiental (1); Médico/Área: Clínico Geral (1); Nutricionista (1); Psicólogo (1); Relações-Públicas (1); Secretário Executivo (4); Assistente de Laboratório/Área: Informática (1); Assistente em Administração (4); Técnico de Laboratório/Área: Bromatologia e Tecnologia de Alimentos (1); Técnico de Laboratório/Área: Ciências do Solo (1); Técnico de Laboratório/Área: Fitossanidade (1); Técnico em Arquivo (1); Técnico em Audiovisual (1); Técnico em Eletroeletrônica (1).

Os salários variam de R$ 1.739,04 a R$ 8.639,50, de acordo com o cargo escolhido e jornada de trabalho desempenhada que pode chegar até 40h semanais, com Dedicação Exclusiva.

As inscrições para o concurso serão realizadas exclusivamente pela Internet, por meio do endereço eletrônico www.seletivos.ifto.edu.br, entre os dias 12 de agosto de 2016 a 15 de setembro de 2016. Não se esqueça de efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário.

Para classificar os inscritos vão ser realizadas Provas Escritas, Prática de Desempenho Didático-Pedagógico, Prova Prática para funções administrativas, e Provas de Títulos.

Este certame tem validade de um ano, a contar da data de publicação da homologação do resultado final no DOU, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.