Candidato oposicionista na cidade da Sampaio anda precisando urgentemente participar de uns cultos da Universal, principalmente naqueles denominados sessão de descarrego. Nessas reuniões o bispo faz orações para que os desprovidos de sorte, de todo tipo, deixem a zona do azar e, movido pela fé adentre os oráculos da tão sonhada sorte. Está mais que na hora de Armindo pegar seu barquinho e levar para receber a oração da fé. O barco22, que já está dando sinais de rupturas em seu casco.

Os tripulantes do barco22, que está na iminência de afundamento, estão procurando guarida no oponente barco20, o barco da situação. A primeira a abandonar o barco22  foi a ex-candidata Nikita, que ao  pular do barco já foi declarando apoio à candidatura de Manin. E parece que as coisas só tendem a piorar lá para as bandas de Armindo, depois da perda Nikita, alguns outros já ameaçaram saltar barco22 e do mesmo modo de Nikita procurar refúgio no 20.

Essa debandada se deve a acordos não cumpridos com os candidatos que compõem o grupo oposicionista; na ânsia de trazer para si o maior número de pessoas Armindo Cayres  fez promessas que estavam acima daquilo que poderia cumprir. Resultado: começou a perder apoios. Isso se deve muito a autoconfiança que tomou conta do candidato oposicionista, que o fez cegar politicamente e deu no que deu: o barco furou.

Andando no sentido contrário, Manin fazendo poucas promessas, e essas poucas dentro de suas possibilidades começou a colher os frutos de sua responsabilidade política: está recebendo apoios. Com uma pré-campanha simples, e, por muitas vezes coberta de dúvidas quanto a sua candidatura, Manin andou com o pé no chão, sem nada mirabolante, e, aos poucos, foi conquistando a simpatia do eleitorado para sua campanha a prefeito.

Com o casco do barco22 furado a saída mais sensata é tentar tapar os buracos existentes para conter a entrada de água no interior, para isso é preciso cumprir os compromissos, caso contrário o crescimento de Manin continuará em ascendência. Ah! Estava quase esquecendo. Como besteira pouca é bobagem e reforçar que precisa mesmo ir aos cultos da Universal, além de perder apoios de lideranças Armindo, sem conhecer a lei eleitoral, pinta o seu comitê, o que foi obrigado a desfazer de imediato, com a pintura ele feriu o artigo 15 da resolução 457 do TSE.

É, parece que Armindo, como diz um adágio popular, acordou com o pé esquerdo; e essa onda de azar não tem prazo final, pode ir até o último dia da campanha . Esperemos os próximos abandonos do Titanic22.

Por: Keops Mota, empresário e articulistaKEOPS MOTA

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.